quinta-feira, 21 de outubro de 2010

terça-feira, 15 de junho de 2010

terça-feira, 25 de maio de 2010

Mel e Canela

Qual é o único alimento que não se estraga? O mel das abelhas.

A mistura de Mel e Canela cura a maioria das doenças. O mel é produzido em quase todos os países do mundo. Apesar de ser doce, a ciência demonstrou que, tomado em doses normais como medicamento, o mel não faz mal aos diabéticos.

DOENÇAS DO CORAÇÃO:
Faça uma pasta de mel com canela. Coloque no pão e coma-o regularmente no café da manhã em vez de doce e manteiga. Reduz o colesterol nas artérias e previne problemas no coração. Também previne novos enfartes nas pessoas que já tiveram um antes. O uso regular deste processo diminui a falta de ar e fortalece as batidas do coração. Descobriu-se que o mel com canela revitaliza e limpa as artérias e veias dos pacientes idosos.

PICADAS DE INSECTOS:
Misture uma colher de mel, duas colheres de água morna e uma colherzinha de canela em pó. Faça uma pasta com os ingredientes e esfregue-a suavemente sobre a picada. A dor e a comixão irão desaparecer num ou dois minutos.

ARTRITE:
Misturar uma chávena de água quente com duas colheres de mel e uma colherzinha de canela em pó. Beber uma de manhã e uma à noite. Se tomar com freqüência, pode até curar a artrite crónica. Numa pesquisa feita na Universidade de Kopenhagen os médicos deram aos pacientes diariamente, antes do café da manhã, uma colher de mel e 1/2 de canela em pó. Numa semana, de 200 pacientes que seguiram o tratamento, 75 deixaram de ter dor complectamente. Um mês depois, todos os pacientes estavam livres da dor, mesmo aqueles que quase não conseguiam já caminhar.


INFECÇÕES DE RINS:
Um copo de água morna misturada com duas colheres de canela em pó e uma colher de mel, mata os germens que produzem infecção nos rins. Tomar de manhã e de tarde, até que a infecção acabe.


COLESTEROL:
Duas colheres de mel com três colherzinhas de canela misturados em meio litro de água. Deve tomar-se 3 vezes ao dia, isto reduz o colesterol em 10% em 2 horas. Tomado diariamente, elimina o colesterol complectamente.

Constipações:
Para curar complectamente sinusites, tosse crónica e resfriados comuns ou severos, misturar uma colher de mel morna com 1/4 de colher de canela em pó e tomar com freqüência. A mistura de mel com canela também alivia os gases no estômago, fortalece o sistema imunitário e alivia a indigestão.

VELHICE:
Também evita os estragos da idade quando se toma regularmente. Misture 4 colheres de mel e uma colherzinha de canela a três chávenas de água. Ferva para fazer um chá com estes ingredientes e beba 1/4 de chávena três ou quatro vezes ao dia.
Mantém a pele fresca e suave e diminui os sintomas da idade avançada. Beber este chá alonga a vida e até uma pessoa com 100 anos pode melhorar muito e sentir-se como alguém muito mais jovem.

PERDA DE PESO:
Diariamente, meia hora antes de deitar e meia hora antes de tomar café, beba mel com canela fervido numa chávena de água. Beber todos os dias reduz o peso até de pessoas muito obesas.


DIVERSOS:
A mistura de mel com canela alivia os gases no estômago, fortalece o sistema imunitário e alivia a indigestão.

OBSERVAÇÃO:
O mel não deve ser fervido.

Atenção o que é demais faz mal!!!

segunda-feira, 24 de maio de 2010



A quinta essência, o éter, é o quinto elemento, a quinta essência básica que estrutura a Natureza na qual vivemos no mundo físico/ material. O quinto elemento só pode ser acedido através do equilíbrio das quatro essências principais - "O equilíbrio é a chave, nós somos o trinco."

Em Plena Prima Vera :-)

Num antigo mosteiro budista, um jovem monge questiona o mestre … Mestre, como faço para não me aborrecer? Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes. Algumas são indiferentes. Sinto ódio das que são mentirosas. Sofro com as que caluniam. – Pois viva como as flores! – Advertiu o mestre. – Como é viver como as flores? – Perguntou o discípulo. Repare nas flores, continuou o mestre, apontando os lírios que cresciam no jardim. Elas nascem no esterco, entretanto, são puras e perfumadas. Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável… …mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas. É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem. Os defeitos deles são deles e não seus. Se não são seus, não há razão para aborrecimento. Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora. Isso é viver como as flores.

"A Natureza revela os seus mais antigos segredos e partilha a verdadeira sabedoria somente áquele que busca a verdade por amor á própria verdade, e que aspira ao conhecimento para conferir benefícios aos outros, não á sua insignificante personalidade."

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Ai as Flores!!!

"...esses seres efémeros que agora dormitam nas suas flores, depois de as terem fecundado inadvertidamente,...Qual o botânico que não sonhou um dia ser também ele um hospedo das flores, estendido numa pétala a escutar o fluxo das seivas? Que bom seria sonhar nas flores do funcho!..."

As sementes do funcho em vinho remolhadas
Reanimam as almas ao amor encomendadas,
Ressuscitam o ardor do velho rejuvenescido
E dissipam as dores do pulmão e do figado
A quem usar deste grão ao demais salutar
Por banir os ventos e devolver o bem-estar.
(Semen foeniculi pellit spiracula culi)

sexta-feira, 26 de março de 2010

quarta-feira, 24 de março de 2010

Artes do fogo




Fogo que a tudo transforma




Artes do Fogo vai buscar à cultura material toda a arte de matriz popular que tem no fogo o seu elemento mais importante. O fogo foi descoberto pelo homem há mais de quinhentos mil anos e desde en
tão assumiu um papel fundamental na sua vida, como meio de protecção, apoio e de intervenção no fabrico de artefactos. Uma das expressões mais antigas da arte do fogo, com mais de 15000 anos, tem a ver com a cozedura da argila e o fabrico de artefactos de uso diário.

Na época anterior a descoberta da produção do fogo, os seres humanos tinham que esperar um raio cair em uma árvore ou um incêndio numa floresta. O homem ficava totalmente dependendo do acaso para conseguir este precioso bem. Com o desenvolvimento da inteligência, através da observação, o homem conseguiu produzir o fogo. Este processo ocorria de duas formas: 1) batendo uma pedra na outra e produzindo faísca que atingia palha; 2) friccionando graveto seco numa madeira até produzir a faísca, atingindo a palha. Com a produção do fogo, o homem pré-histórico garantiu um grande avanço, pois podia iluminar a caverna, cozinhar a carne, espantar os animais selvagens e garantir o aquecimento nas épocas de frio.

a onblur="try {parent.deselectBloggerImageGracefully();} catch(e) {}" href="http://2.bp.blogspot.com/_p9ZwtyncAZI/S6v6oZGvMfI/AAAAAAAAADU/KaZVdIcEXqM/s1600/cartoon1_fogo.gif">

Quando saiu das cavernas e se tornou um agricultor, o homem necessitava não apenas de um abrigo, mas de vasilhas para armazenar a água, os alimentos colhidos e as sementes para a próxima safra. Tais vasilhas tinham que ser resistentes ao uso, impermeáveis a humidade e de fácil fabricação. Essas facilidades foram encontradas na argila, deixando pistas sobre civilizações e culturas que existiram milhares de anos

A picareta dos arqueólogos, ao remexer entre os sedimentos que os séculos acumularam no solo do Velho Mundo, encontra com muita freqüência, entre os resíduos das palafitas e das casas, fragmentos de terracota e cacos de vasos ou de ânforas, cozidos num fogo que se apagou há milhares de anos.

A cerâmica é o material artificial mais antigo produzido pelo homem, existindo a cerca de dez a quinze mil anos. Do grego "kéramos”, "terra queimada" ou “argila queimada” é um material de imensa resistência, sendo freqüentemente encontrado em escavações arqueológicas.

vista da Lua Foto montagem NASA



O magnetismo vital, do Sol, do Ar e da Água está concentrado nesta terra benfazeja que é a argila. Por haver esta concentração, o seu poder magnético é extraordinário.

A crosta terrestre - Litosfera - é em grande parte constituída por argila, encontrando-se esta a uma profundidade não superior a 10 metros.

A argila é uma mistura de vários minerais: caulinite, ilite e montemorilonite, resultando da metamorfose de rochas naturalmente ricas em sais minerais. É composta principalmente por silicatos de alumínio hidratados, no entanto, podem ainda encontrar-se nas argilas diversos oligoelementos como o titânio, magnésio, cobre, zinco, alumínio, cálcio, potássio, níquel, manganês, lítio, sódio e ferro. Os constituintes das argilas funcionam como potenciadores de determinados efeitos terapêuticos, conforme a sua concentração.


Caulinos, bentonitas, argilas refratárias, terra fuler são tipos especiais de argilas que têm definições particulares decorrentes de aplicações tecnológicas, composição química/mineralógica ou origem geológica.

Argila natural: É uma argila que foi extraída e limpa, e que pode ser utilizada em seu estado natural, sem a necessidade de adicionar outras substâncias.

Argila refratária: Argila que adquire este nome em função de sua qualidade de resistência ao calor. Suas características físicas variam, umas são muito plásticas finas, outras não. Apresentam geralmente alguma proporção de ferro e se encontram associadas com os depósitos de carvão. São utilizadas nas massas cerâmicas dando maior plasticidade e resistência em altas temperaturas, bastante utilizadas na produção de placas refratárias que atuam como isolantes e revestimentos para fornos.

Caulim ou argila da china: Argila primária, utilizada na fabricação de massas para porcelanas. É de coloração branca e funde a 1800 °C - pouco plástica, deve ser moldada em moldes ou formas pois com a mão é impossível.

Argilas de bola (Ball-Clay): São argilas secundárias muito plásticas, de cor azulada ou negra, apresenta alto grau de contração tanto na secagem quanto na queima. Sua grande plasticidade impede que seja trabalhada sozinha, fica pegajosa com a água. É adicionada em massas cerâmicas para proporcionar maior plasticidade e tenacidade à massa. Vitrifica aos 1300 °C.

Argilas para grês: Argila de grão fino, plástica, sedimentária e refratária - que suporta altas temperaturas. Vitrificam entre 1250 - 1300 °C. Nelas o feldspato atua como material fundente. Após a queima sua coloração é variável, vai do vermelho escuro ao rosado e até mesmo acinzentado do claro ao escuro.

Argilas vermelhas: São plásticas com alto teor de ferro resistem a temperaturas de até 1100 °C porém fundem em uma temperatura maior e podem ser utilizadas com vidrados para grês. Sua coloração é avermelhada escuro quando úmida chegando quase ao marrom, quando biscoitada a coloração se intensifica para o escuro de acordo com seu limite de temperatura de queima.

Bentonite: Argila vulcânica muito plástica, contém mais sílica do que alumínio, se origina das cinzas vulcânicas. Apresenta uma aparência e tato gorduroso, pode aumentar entre 10 e 15 vezes seu volume ao entrar em contato com a água. Adicionada a argilas para aumentar sua plasticidade. Funde por volta de 1200 °C.

Argilas expandida: A argila expandida é produzida em grandes fornos rotativos, utilizando argilas especiais que se expandem a altas temperaturas (1100oC), transformando-as em um produto leve, de elevada resistência mecânica, ao fogo e aos principais ambientes ácidos e alcalinos, como os outros materiais cerâmicos. Suas principais características são: leveza, resistência, inércia química, estabilidade dimensional, incombustibilidade, além de excelentes propriedades de isolamento térmico e acústico.

Na Saúde:
A utilização de argila foi uma das primeiras formas de medicina natural conhecida pelo homem, tendo sido usada pelas suas virtudes terapêuticas ao longo dos séculos. Numerosas civilizações (egípcia, grega, indiana e chinesa) beneficiaram das qualidades da argila quer para uso externo quer para uso interno. A estrutura molecular da argila confere-lhe um grande poder de absorção, tendo a capacidade de extrair toxinas e substâncias nocivas do organismo produzindo efeitos anti-sépticos e antimicrobianos. A elevada percentagem de sílica e alumínio explica as suas propriedades cicatrizantes e anti-inflamatórias. Uma das mais notáveis características da argila é a capacidade de atingir a área do corpo onde é mais necessária.

O uso interno da argila pode ser feito de três formas:

• Colocar uma colher de café de argila, de granulometria fina, num copo de água pura (da nascente). Mexer e tomar lentamente, em pequenos goles. É especialmente indicado para problemas agudos.

• Beber água de argila. Dissolver uma colher de café de argila num copo de água e deixar assentar durante algumas horas. Beber depois o conteúdo do copo até chegar ao pó depositado no fundo. Tomar em jejum ou com um intervalo de duas horas das refeições.

• Colocar a argila directamente na boca e deixá-la dissolver lentamente. Este modo de aplicação fortalece as gengivas, fortifica o esmalte dos dentes e facilita a digestão.

Nota: não utilizar colheres metálicas.

A argila verde é absorvente, antiedematosa, desintoxicante, remineralizante, revitalizante, regeneradora, anti-séptica, bactericida, cicatrizante e exfoliante. Elimina toxinas e impurezas e favorece a renovação celular. Permite o aporte à pele e ao organismo de minerais e oligoelementos. É recomendada para peles normais e oleosas por ser muito eficaz a absorver o excesso de sebo

Possui propriedades analgésicas
e anti-inflamatórias úteis no alívio de dores articulares e musculares, descongestionando as zonas afectadas. É benéfica na flatulência e outros problemas abdominais. Melhora ainda a circulação sanguínea periférica.

Algumas propriedades da argila são insubstituíveis na manutenção da vida de certos cavernícolas. Algumas espécies só se pode reproduzir e desenvolver com a argila; enfraquecem e morrem se dela forem privados, embora consigam resistir durante muito tempo sem se alimentar.

"Com a argila estamos perante uma substância “viva”, que está provida da “inteligência da natureza”.



"a observação dos efeitos naturais deve ser suficiente para nos convencer de que a reconstituição artificial da natureza é uma impossibilidade: a química e a física não podem reconstituir a vida. E o “segredo da natureza” está de tal forma vedado, que não somos sequer capazes de definir o que é a “vida”.

"A arte da vida consiste em fazer da vida uma obra de arte."
Mahatma Gandhi


A ÁGUA CURA TUDO

"Notícia Espantosa (Terapia pela água)
Espantoso! Mas verdadeiro!!
6 copos de água (1,5 litros). Sem gastar com remédios, tabletes, injecções, diagnósticos, consultas médicas, etc.; apenas bebendo água pura, as seguintes doenças serão curadas. Nunca poderá acreditar se não praticar. Vejamos a lista de doenças que têm sido curadas por esta terapia. Doenças curadas por apenas beber água:

1. dor de cabeça
2. pressão sanguínea/hipertensão
3. anemia (sangue insuficiente)
4. reumatismo (dor nas juntas/músculos)
5. paralisia geral
6. obesidade
7. artrite
8. sinusite
9. taquicardia
10. tosse
11. asma
12. bronquite
13. tuberculose pulmonar
14. meningite
15. pedra nos rins
16. doenças urogenitais
17. hiper-acidez
18. gastroenterite
19. disenteria
20. “piodapse” retal
21. constipação
22. diabetes
23. doenças nos olhos
24. hemorragia oftálmica & oftalmia (olhos vermelhos)
25. menstruação irregular
26. leucemia (sangue branco)
27. câncer uterino
28. câncer do seio
29. laringite, etc.

Como fazer esta terapia pela água?
1) De manhã, logo ao levantar da cama (sem inclusive escovar seus dentes), beba 1,50 litros de água, i.e., 5 a 6 copos. É conveniente medir antecipadamente os 1,50 litros de água. Saibamos que nossos ancestrais chamavam esta terapia de “Usha Paana Chikitsa”. Você pode lavar o rosto após isso.
2) Aqui é essencial notar que nada mais – nenhuma bebida nem comida sólida de qualquer tipo – deve ser tomada dentro de uma hora antes e depois de beber este 1,50 litros de água.
3) Deve ser estritamente observado que nenhuma bebida alcoólica deve ser tomada na noite anterior.
4) Se necessário, água fervida e filtrada pode ser usada para este propósito.

É possível beber 1,50 litros de água de uma vez?
Para começar, a pessoa pode achar difícil beber 1,50 litros de água de uma vez, mas vai-se acostumando com isso gradualmente. Inicialmente, enquanto praticando, você pode tomar 4 copos primeiro e completar com dois copos após um intervalo de 2 minutos. Inicialmente, você pode precisar urinar 2 a 3 vezes dentro de uma hora, mas isso irá tornar-se normal após algum tempo. Através de pesquisa e experimentação, as seguintes doenças são observadas serem curadas dentro dos dias indicados abaixo:
Constipação 1 dia
Acidez 2 dias
Diabetes 7 dias
Pressão sanguínea & hipertensão 4 semanas
Câncer 4 semanas
Tuberculose pulmonar 3 meses

Nota:
Recomenda-se que pessoas que sofram de artrite ou reumatismo deveriam praticar esta terapia 3 vezes ao dia, i.e., de manhã, ao meio dia e de noite, uma hora antes das refeições – por uma semana; e 2 vezes ao dia subsequentemente até a doença ser curada.

Como a água pura age?
Consumindo água potável comum da maneira correra, purifica-se o corpo humano. Torna o cólon mais efetivo, formando sangue novo, conhecido em termos médicos como “haematopaises” (sic!). Que as dobras da mucosa do cólon e dos intestinos são activadas por este método, é um fato conhecido, assim como a teoria de que o sangue fresco é produzido nas dobras da mucosa. Se o cólon for limpo, então os nutrientes da comida tomada várias vezes ao dia, serão absorvidos e, pela acção das dobras na mucosa, estes serão convertidos em sangue fresco. O sangue é de importância fundamental na cura de doenças e na restauração da saúde, e para isso a água deve ser consumida de forma rotineira. Nós solicitamos veementemente que o método acima deva ser lido e praticado cuidadosamente.
Por favor espalhe esta mensagem para seus amigos, parentes e vizinhos – ela é um grande serviço que prestamos para a humanidade"

Água que tudo permeia

segunda-feira, 22 de março de 2010

Este Blog irá ter algo mais, mais tarde :)